Blog

Marketing Motorsport

  

O piloto de rally e publicitário Leo Zettel conta para você algumas dicas de como administrar seu patrocínio da melhor forma.

  • - Piloto de Rally
  • - Bi-Campeão Paranaense de Rally
  • - 2X Vice-Campeão Brasileiro de Rally
  • - Publicitário
  • - Especialista em marketing esportivo

Site Oficial: www.zettel.com.br


 

Chegamos na décima (e última) coluna Marketing Motorsport. E para esta separei um assunto que deve estar presente em todas as outras dicas que trouxe nos episódios / artigos anteriores: Comportamento.

Boa parte da vida de um piloto é voltada ao patrocinador. Primeiro para conquista-lo. Depois para mantê-lo. E antes de saber quem será nosso contratante, pilotos e equipe não têm como antecipar 100% das ações promocionais pertinentes. Então é fundamental a participação da empresa que está investindo. Portanto, a coluna de hoje é voltada ao patrocinador.

No meio do automobilismo existem diversas categorias de pilotos. Desde os que competem por hobby até os profissionais. Independente da modalidade, quando colocamos pneus e combustível, fica caro. Logo, TODOS estão em busca de patrocínio.

A comunicação visual de uma equipe é fundamental para obter um bom resultado na exposição da marca de um patrocinador. É claro que sempre buscamos desenhar um layout bonito para o carro, mas só isso não é suficiente.

Falamos muito de projeto de patrocínio, mas qual a receita ideal? Nesses 14 anos trabalhando com automobilismo, consegui reunir um conjunto de informações que tiveram mais sucesso nas reuniões de apresentação de projeto de patrocínio.

Todo mundo que entra no automobilismo já pensa em patrocínio. E não é errado, afinal quando você abre uma empresa, também pensa em clientes. O erro está na forma de abordar: enquanto você planeja sua empresa para receber clientes, no caso do patrocínio, poucos pilotos planejam suas carreiras.

Search